Seg à Sex: 9:00h - 18:00h contato@sdwforall.com
Banner Blog SDW
21 Setembro 2020

Como grandes empresas estão investindo no semiárido?

O Semiárido Brasileiro é composto por 1.262 municípios, dos estados do Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe, Bahia e Minas Gerais. É uma região delimitada pela SUDENE, considerando, principalmente, características climáticas. A região possui um clima chamado de estepe, conhecido pela baixa quantidade de chuvas durante todo o ano e dependente dos elementos climáticos há séculos, para a sobrevivência de famílias e rebanhos.

Por conta dessa característica, a hidrografia é frágil e impede que mantenha rios caudalosos perenes, com exceção do São Francisco, por isso a existência e preservação desse rio é extremamente importante. É a zona semiárida mais povoada do mundo e tem como atividades principais a pecuária bovina e a agricultura de subsistência.

O Nordeste, que comporta grande parte da região do semiárido brasileiro, é a segunda maior região do país, mas com o menor IDH. Levando em consideração esses fatores climáticos, o acesso a água é um tema muito importante para a região. De acordo com o último censo do IBGE, realizado em 2019, uma em cada quatro famílias do Nordeste não contava com frequência diária de abastecimento.

Outro ponto fundamental apresentado por esse censo foi o uso de métodos rudimentares para abastecimento. Essas formas eram adotadas por 2% das famílias brasileiras, mas quando focamos no Nordeste, esse percentual aumenta para 6%. Dessa maneira, métodos como armazenamento de água da chuva em cisternas ou tanques ou captação direta de açudes ou rios tornam-se comuns na região.

Pensando nessa situação, muitas empresas investem no semiárido brasileiro, principalmente com democratização do acesso à água e ao saneamento.

Vamos conhecer dois exemplos que estão fazendo a diferença!

Ambev

Em 2017, a Ambev lançou a água “Ama”, que tem 100% dos seus lucros revertidos para o semiárido brasileiro, com projetos voltados para ao acesso água da população. Inicialmente, foram 3 comunidades no interior do Ceará que receberam os investimentos, atingindo mais de 10 mil pessoas. Em 2020, já são 5 milhões de reais arrecadados e 2 milhões investidos, com 50 projetos espalhados pelo Brasil e mais de 40 mil pessoas beneficiadas. Os projeto são diversos: construções de cisternas e poços profundos, revitalização e readequação do sistema de acesso à água e reconstrução de casa químicas.

Coca-cola

O instituto Coca-cola Brasil lançou a Aliança Água + Acesso em 2019, como objetivo de unir empresas e organizações em prol do acesso à água potável. Os projetos baseiam-se na gestão comunitária da água e são autossustentáveis: a população define quem são as pessoas que vão zelar pelo sistema e a associação define a quantidade mensal que cada família vai receber. Por ser um modelo que é gerido pela própria comunidade, há garantia de uma longevidade. Já são 15 projetos em 8 estados, impactando 70 mil pessoas em 200 comunidades.

A SDW trabalha com soluções tecnológicas para democratização ao acesso a água em zonas rurais e urbanas. Já atingimos mais de 300 famílias e geramos 87 milhões de copos de água potável. Quer contribuir para o semiárido brasileiro? Adquira um dos nossos produtos e comece a fazer a diferença!